MEGA FEIRÃO DE BIKES USADAS

Anúncios

TOOPEDALANDO INCENTIVA USO DE BICICLETAS NO PARANÁ

Os quiosques de aluguel de bicicletas são comuns na Europa e começam a se espalhar pelos Estados Unidos. Aqui no Brasil, o caso mais famoso é o do Rio de Janeiro, que foi ampliado recentemente. No oeste do Paraná, na cidade de Toledo, um programa semelhante foi lançado na última semana. Ele foi batizado de Toopedalando.

O ‘TooPedalando‘ vai disponibilizar 60 bicicletas, que ficarão a disposição da população em seis pontos da cidade. As bicicletas podem ser usadas gratuitamente, basta o morado ter um cartão específico que pode ser solicitado pela internet.

As bicicletas podem ser usadas por até 45 por dia para cada ciclista. Com esse limite, a Prefeitura da cidade espera que as bicicletas sejam usadas para pequenos deslocamentos pelas principais vias da cidade, diminuindo assim o tráfego de veículos, especialmente no centro.

 

O FESTIVAL CURTA UMA BIKE E UMA CAMINHADA

Festival de Curta Metragem

O Festival “Curta uma Bike e uma Caminhada” é uma iniciativa do programa Rio, Estado da Bicicleta, que tem como objetivo conscientizar a população do Rio de Janeiro a usar a bicicleta como veículo para trabalho e não somente para lazer, além de incentivar o hábito de caminhadas em trechos de curta distância, deslocamentos para o trabalho, escola, academias, compras…

Em todo mundo a mobilidade consciente já ocupa lugar de destaque no dia-dia da população. Entre as cidades mais conscientes estão Paris, Berlim, Amsterdam, Bogotá…

Mas a nossa situação ainda é difícil. Quem nunca perdeu algumas horas do seu dia em longos e estressantes engarrafamentos?

Num trecho entre os bairros Jardim Botânico e Botafogo, por exemplo, considerando o horário do rush, o tempo de deslocamento de carro pode chegar a até 1h40. Estima-se que o mesmo trajeto possa ser feito a pé em 50 minutos. De bicicleta, o destino é pode ser alcançado em cerca de 20 minutos.

Já deu para perceber que de bicicleta ou a pé, você chega bem mais rápido quando o assunto são trechos de curta distância, principalmente, por conseguir fugir dos grandes aglomerados de veículos, intermináveis engarrafamentos… E a economia de tempo se traduz também em qualidade de vida, saúde e preservação do meio ambiente, certo?

Veja os videos vencedores aqui

DE DOBRÁVEIS A CUSTOMIZADAS, BICICLETAS SE TORNAM MAIS COMUNS E VENDAS AUMENTAM

As bicicletas customizadas são montadas de acordo com o gosto do freguês

 

O estímulo ao uso da bicicleta como meio de transporte em cidades urbanas como São Paulo tem causado impacto nas vendas deste setor. De acordo com Renato Leite, gerente de desenvolvimento de categoria da loja Centauro, outro fator que também tem provocado um aumento no consumo de bicicletas é a popularização dos passeios ciclísticos noturnos.

“O número de ciclovias também foi ampliado. Isso estimula o hábito de andar de bicicleta”, diz o gerente. Segundo ele, é nesta época do ano, com o Natal se aproximando, que o consumidor vai às lojas atrás de uma “mountain bike” tradicional ou algum modelo da linha “comfort”, voltado para o ciclista de fim de semana.

Os modelos disponíveis são variados e, agora, o mais cobiçado deles é o da bicicleta dobrável. “É uma febre no exterior e seu uso pode crescer no mercado nacional”, diz Leite. Pesando aproximadamente 12 kg, o modelo é ideal para quem carrega a bicicleta para vários lugares ou até pensa em combinar o pedal com o transporte público. O preço, no entanto, pode ser um empecilho para levá-la para casa, já que passa dos R$ 1.000.

Para alguns ciclistas, no entanto, bicicleta é mais que um meio de transporte e, quanto mais diferente daquela produzida em larga escala, melhor. Esse é o perfil do consumidor da Tag and Juice, loja especializada em bicicletas customizadas que fica na Vila Madalena (zona oeste de SP).

“A ideia central em relação às bicicletas é entender que as bikes são como as pessoas, cada uma tem a sua identidade. Bicicletas são únicas, nenhuma é igual à outra e nós tentamos deixá-la de acordo com o estilo de vida do dono”, afirma Pablo Gallardo, um dos sócios da Tag and Juice.

Com a personalização, é possível mudar o quadro ou importar um pedal que não existe no Brasil, por exemplo. Esse processo exige paciência do futuro dono já que um modelo customizado pode levar entre quatro e seis semanas para ficar pronto. Ter uma bicicleta sob medida também sai caro, custando a partir de R$ 3.000, no caso da Tag and Juice.

Seja para pedalar nos fins de semana ou para ter mais uma bicicleta na coleção, o que os lojistas não discutem é a importância e o espaço que as bikes têm no coração dos ciclistas.

Fonte: noticias.uol.com.br

O MUNDO SOBRE DUAS RODAS

O COMECO - Arthur e sua bike na Argentina no ínício da trip

Depois de 3 anos de viagem, 40 mil quilômetros pedalados, 46 países visitados, centenas de cidades, milhares de pessoas, 30 quilos de bagagem, diversas correntes e pastilhas de freio trocadas e noites mal dormidas,Arthur Simões está de volta de sua viagem pelo mundo de bicicleta.

Aos 24 anos, ele concluiu a faculdade de direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, e decidiu realizar seu sonho de conhecer o mundo de bike. Com determinação, foi atrás de seu sonho e iniciou o projeto Pedal na Estrada. Nele, publicou um diário de viagem.

O Mundo ao lado: a volta ao mundo de bicicleta é um livro fruto desse desafio. A obra será lançada no dia 30 de novembro. O autor e fotógrafo relata sua trip, reunindo suas melhores histórias. O livro é uma grande inspiração para aventureiros e para qualquer um que queira entender melhor  o mundo pelo olhar do viajante — sempre sob duas rodas.

Em entrevista para a Go Outside online, Arthur contou como foi planejar a viagem, as dificuldades e aprendizados, além de revelar dicas para quem quer seguir em uma jornada semelhante.

O MONASTÉRIO - Imagem de Arthur tirada na Jordânia

 

GALERIA COMPLETA DE FOTOS DA VIAGEM AQUI